Nas montanhas do Marrocos - Luisa Bérard

Nas montanhas do Marrocos

By Luisa Bérard

  • Release Date: 2018-11-20
  • Genre: Paranormalidade
  • Size: 2.43 MB

Alternative Downloads

Server Link Speed
Mirror [#1] Nas montanhas do Marrocos.pdf 29,258 KB/Sec
Mirror [#2] Nas montanhas do Marrocos.pdf 33,706 KB/Sec
Mirror [#3] Nas montanhas do Marrocos.pdf 47,352 KB/Sec

Description

Inicialmente ambientado na Inglaterra, nos idos de 1847, Nas montanhas do Marrocos conta a história da bela e impetuosa lady Katherine Hartington, a filha mais nova do conde de Northwick. As relações familiares e a suntuosidade da época vitoriana são o pano de fundo para esta trama, que convida o leitor a conhecer o estilo de vida da aristocracia inglesa e os obstáculos sociais impostos às mulheres – a quem o futuro não poderia reservar nada mais que um casamento promissor. Nesse universo sobressai a figura da poderosa duquesa de Melbourne, que não se amolda a esse papel socialmente preestabelecido e transmite à sobrinha seus conhecimentos sobre o instigante mundo dos negócios, intensificando seu desejo de liberdade.

Mas um revés do destino faz Katherine aportar em Tânger em um contexto completamente inesperado. De uma hora para outra, ela se vê obrigada a viver no Marrocos e conhece sua apaixonante cultura e paisagens montanhosas e desérticas. Nesta exótica jornada, a jovem inglesa se depara com o mais importante: o amor. Em meio a tentativas de retorno à Inglaterra, o fascínio pelas areias do Saara, as majestosas cordilheiras marroquinas e um envolvimento ardente que a seduzem para ficar, Katherine se defrontará com novas e impensáveis realidades, sem suspeitar das guinadas que o futuro ainda lhe reserva.

Nas montanhas do Marrocos é um romance escrito no melhor estilo dos grandes best-sellers. Com criatividade e originalidade, Luisa Bérard reuniu, na dose certa, personagens memoráveis, sedução, paixão, conflitos e intrigas, demonstrando, com sua ágil narrativa e pesquisa histórica criteriosa, o quanto pode ser ilusória e vazia a liberdade sem amor.

keyboard_arrow_up