Governança de Dados - Carlos Barbieri

Governança de Dados

By Carlos Barbieri

  • Release Date: 2020-01-31
  • Genre: Bancos de dados
  • Size: 6.05 MB

Alternative Downloads

Server Link Speed
Mirror [#1] Governança de Dados.pdf 47,213 KB/Sec
Mirror [#2] Governança de Dados.pdf 40,945 KB/Sec
Mirror [#3] Governança de Dados.pdf 44,566 KB/Sec

Description

Neste livro você entenderá o conceito de Governança de Dados, os fatores críticos de sucesso e as dificuldades e desafios na sua implementação. Você conhecerá uma breve história dos dados digitais, que precederá o direcionamento que essa nova linha de atuação ganhará com os conceitos emergentes de:

• IoT (Internet das Coisas);
• Big Data;
• Ciência de Dados;
• Inteligência Artificial.

Neste último, tocaremos no sensível e inquietante ponto de ética nos dados. Caminhos práticos e menos invasivos para a implantação de Governança de Dados nas empresas serão avaliados e apresentados, aproveitando-se os aspectos lúdicos de exercícios com Canvas, visando direcionar os envolvidos para uma compreensão clara dos ganhos e dos desafios a enfrentar. Aspectos sobre as legislações de proteção de dados como a lei europeia GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados) e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) serão discutidos dentro do contexto de governança de dados, onde se encaixam com perfeição.

Governança de Dados: Práticas, Conceitos e Novos Caminhos traz uma nova abordagem sobre o que é considerado o maior recurso organizacional da sociedade digital: O dado.
Com o crescimento dos conceitos de Big Data, IoT (Internet das Coisas) e Inteligência Artificial, torna-se imperativa a adoção de um novo olhar das empresas sobre esses recursos, por meio de uma governança e gerência profissional, viável, moderna e, principalmente, efetiva em resultados.

A governança de dados ganha o tom Legislativo e Judiciário dos dados, conduzindo a questão para uma direção onde esses valiosos ativos organizacionais precisarão ser vistos com outro foco. Para a criação, consumo e descarte controlado desses ativos, algumas regras (políticas, padrões, processos, procedimentos etc.) deverão ser definidas nas empresas, regulando o seu uso e minimizando os seus riscos.

As diversas gerências (Segurança, Qualidade, Bancos de Dados, Dados Mestres, Metadados etc.) formam o arco operacional executivo dos dados na empresa. As duas visões, governança e gerência, em convergência e harmonia, criam a gestão de dados. Os riscos que pairam escondidos sob os dados sem qualidade e gestão são muito mais altos do que se percebe e deverão ser neutralizados no estabelecimento de um programa gradual de implantação, que mostre ganhos a cada passo.

O problema é que os riscos de dados são quase invisíveis, ficando a empresa com o ônus de suas manifestações repentinas, através de problemas de regulação (compliance), choque de reputação e tomadas de decisões centradas em recursos informacionais de baixa qualidade. Os dados, cada vez mais preciosos e volumosos, clamam por uma organização imediata. Antes de começar um movimento desses, é fundamental que a empresa responda a uma pergunta básica:
por quê?
Se a resposta for "não sei" ou "não tenho problemas de dados", talvez não tenha chegado o momento de se enfrentar esse desafio. Mas ele virá, sem dúvida, mais cedo ou mais tarde

Esse programa de "colocar certa ordem nos dados da empresa" deverá ser feito numa parceria que envolve diversas áreas, sem heroísmos nem gigantismos, mas com a firmeza dos movimentos fundamentais. E deverá ser, sobretudo, estabelecida com um forte alinhamento com os objetivos de negócios da empresa.

keyboard_arrow_up